SEJAM BEM VINDOS

Muito obrigado pela visita ao site - enviem seus comentarios ou duvidas - indique para um amigo sem fazer nenhum alarde sabemos que conhece alguem que precisa muito de ajuda .

todo recem chegado esta convicto que AA é o único porto seguro para o navio quase naufragado que ele representa.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

REFLETINDO SOBRE NOSSO PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO


PRIMEIRO PASSO

"Admitimos que éramos impotentes perante o álcool – que tínhamos perdido o domínio sobre nossas vidas."

Já em seu inicio nosso programa nos mostra que é necessário ir contrário ao que queremos, pois ninguém quer admitir que está física e mentalmente diferente das outras pessoas. Porém Admitir a derrota é necessário para se chegar á vitória no processo de recuperação. E essa admissão não deve ser apenas da boca pra fora, floreando diante de outra pessoa ou de um grupo de pessoas. A admissão deve ocorrer no âmago da existência do ser:
“O primeiro passo consiste na admissão do mais íntimo do ser que está permanentemente vencido pelo álcool e não abrigar a ideia de um dia poder beber controladamente”.
Vemos acima que a admissão envolve não só a impotência e a condição permanente, mas como também inúmeras outras consequências da nossa devastadora debilidade. Assim sendo é preciso que o alcoólico não mantenha nenhuma reserva, aceite possuir todas as características da doença. E cabe ao grupo informa-los como nos é feito principalmente através dos capítulos dois e três do nosso texto básico, fazendo valer assim a expressão contido no texto do passo um no livro “Os Doze Passos”: “Um alcoólico transmitindo a outro a natureza exata de sua enfermidade, e esse outro jamais será o mesmo...”
A negação é uma das mais fortes características da doença, e é graças a ela infelizmente que na maioria dos casos a morte prematura antecede essa admissão. Inúmeros são os que morreram devido ao problema com o álcool, mais admitindo não ter problema e ainda projetando no outro tal problema ou tendo a tão conhecida “Falsa imagem” da condição do do verdadeiro alcóolico.
O orgulho que impede a pessoa de aceitar a ajuda de um grupo também é um obstáculo enorme. O alcoólico não aceita participar de um grupo que busca a recuperação e permanece dessa forma enganado pelo orgulho a participar de seu grupo, onde juntos seguem a letargia,  e a ilusão do contrário,  que é o alcoolismo;
É preciso que o portador do alcoolismo entenda que a doença multifatorial que é, não é caracterizada apenas pelo ato de beber descontroladamente e mesmo quando não se quer beber. Já é sabido que o ato de beber é apenas um sintoma de uma doença mais profunda.
Da mesma forma a recuperação não se dá apenas quando o ato de beber é suspendido, é preciso ir em busca das causas e consequências, pesquisar e buscar a recuperação em todas as áreas que a doença afeta ou se origina.                               
                                                                                                                                  O que vocês acham?                 

Nenhum comentário:

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS
PORTO SEGURO PARA O NAVIO NAUFRAGADO QUE O ALCOOLATRA REPRESENTA

Total de visualizações de página